PESQUISA DE ESTIMATIVA DE SAFRA - PES

Como Funciona

A pesquisa usa imagens de satélite em alta definição nas quais é possível identificar os pomares de citros. As propriedades citrícolas serão visitadas por agentes do Fundecitrus que irão medir e identificar todos os talhões de citros, coletando quantidade, variedade e idade das árvores.

Ao chegar na propriedade, o agente procura o proprietário ou o responsável para obter permissão para percorrer o pomar. As informações serão armazenadas diretamente em um computador e irão compor um banco de dados que será utilizado para desenhar o perfil da citricultura.

Transparência

As informações sobre o pomar serão mantidas em sigilo. Não haverá coleta do nome da propriedade ou do citricultor e os dados serão contabilizados e agrupados por região, garantindo anonimato dos participantes da pesquisa.

Os agentes de pesquisa que irão aos pomares estarão identificados com crachá e os carros tem o logotipo da pesquisa.


PES - Passo a passo da coleta de dados

Estimativa de Safra

A participação na pesquisa de estimativa de safra é voluntária. Se o citricultor aceitar que o levantamento seja realizado em sua propriedade, poderá receber a visita de técnicos em seu pomar caso tenha um dos talhões sorteados.

As plantas serão escolhidas de acordo com variedade, região e idade e serão derriçadas, ou seja, terão a colheita de todos os frutos antecipadamente. O citricultor será indenizado pela derriça.

A divulgação do inventário de árvores e da estimativa oficial será no mês de maio, com reestimativas em setembro e novembro. A partir de 2016, haverá também uma prévia no mês de fevereiro.