Doenças e Pragas

Escama Farinha

A escama farinha (Unaspis citri) é uma das principais cochonilhas de carapaça. Em população elevada causa perda de vigor e produtividade da planta e rachaduras no tronco que favorecem infecções por fungos e outras doenças.

A disseminação é feita principalmente pelo vento e pelo homem. No estado de São Paulo, o período reprodutivo da maioria das cochonilhas começa em setembro.  A incidência é maior no outono e inverno, embora picos populacionais sejam verificados também nas estações chuvosas, o que pode estar associado ao uso intensivo de fungicidas para manejo de doenças como a pinta preta.

Selecione um dos itens abaixo para visualizar mais informações:

Sintomas Controle

Escama Farinha > Controle

O controle da cochonilha Escama Farinha é realizado com a aplicação de adulticidas com reguladores de crescimento e/ou óleo mineral, utilizados isoladamente ou misturados para pulverização no tronco e nos ramos. 

No controle realizado apenas com óleo mineral, são necessárias dosagens que variam de 1 a 2% da calda.

Deve-se evitar aplicações excessivas de inseticidas do grupo dos piretroides e neonicotinoides nas épocas mais secas do ano para se evitar desequilíbrios ecológicos que podem causar surtos populacionais desta praga.