Pesquisa e Desenvolvimento

Apresentação

O Fundecitrus realiza levantamentos amostrais sobre nove doenças e cinco pragas dos citros desde 1996 com o apoio do Departamento de Estatística da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias da UNESP de Jaboticabal/SP.

Tendo como base a distribuição das plantas e as condições climáticas do Estado de São Paulo e do Sul do Triângulo Mineiro, o parque citrícola foi dividido nas regiões Centro, Leste, Norte, Noroeste, Oeste e Sul, para conferir melhor representatividade aos dados coletados.

O número de amostras avaliadas é definido pela proporção do número de plantas em cada região, variedade de laranja (Hamlin, Pera Rio, Valência e Natal) e faixa etária (0 a 2 anos, 3 a 5 anos, 6 a 10 anos e > de 10 anos). Do total de talhões presentes em cada uma das combinações, são sorteados 10% para o levantamento.

Entre os insetos pragas monitorados, a cochonilha escama farinha se destaca pela grande incidência de plantas infestadas (média de 36,3% nos últimos quatro anos). Em seguida aparecem o bicho furão (7,5%), a mosca das frutas (7,2%), a cochonilha ortézia (3,4%) e a mosca negra (2,6%).

Entre as doenças, por sua vez, a pinta preta se destaca pela grande incidência de plantas apresentando frutos com sintomas, atingindo uma média de 54,2%, nos últimos quatro anos. Em seguida aparecem a CVC (38,4%), a rubelose (29,0%), a leprose (11,4%), o declínio (5,6%) e a gomose (3,0%); as duas últimas com incidência mais ou menos estáveis nos últimos anos.

No caso do greening (HLB) e do cancro cítrico , embora a incidência média dos últimos quatro anos seja a mais baixa entre todas avaliadas (3,4% de plantas com sintomas e 0,7% de talhões contaminados, respectivamente), as duas doenças estão em ampla disseminação no parque citrícola e são as que mais preocupam a cadeia produtiva deste agronegócio.

Incidência de Doenças e Insetos Pragas dos Citros

Veja mais arrastando o gráfico para os lados.
Pinta Preta CVC Rubeolose Leprose Declínio Gomose HLB Cancro Escama Farinha Ortézia Mosca das Frutas Bicho Furão Mosca Negra
2009 59.07 39.19 28.93 13.59 5.49 4.68 0.87 0.14 28.90 7.69 5.95 6.59 0.68
2010 52.52 35.50 32.13 9.03 3.75 1.68 1.87 0.44 46.32 3.69 9.83 10.93 1.25
2011 54.09 40.31 27.78 12.16 7.02 3.21 3.78 0.99 36.25 1.22 6.39 4.30 3.30
2012 51.14 38.39 27.12 10.96 6.09 2.27 6.91 1.39 33.51 1.12 8.13 6.64 4.96