Comunicação

Mais de 80% dos artigos do MasterCitrus foram publicados em revistas científicas internacionais em 2015

A produção científica dos alunos e docentes do Mestrado Profissional em Controle de Doenças e Pragas dos Citros – MasterCitrus, do Fundecitrus, teve alto índice de internacionalização em 2015 devido à publicação de 83% dos artigos produzidos no curso em periódicos do exterior como PLoS ONE, Plant Disease, Pest Management Science, European Journal of Plant Pathology e Euphytica.

A participação de alunos e docentes em eventos internacionais também foi destaque no último ano, com 46% dos resumos publicados em anais de congressos de outros países. Outro fator relevante tem sido a participação dos docentes do MasterCitrus na organização de treinamentos e capacitações no exterior.  

Em 2015, os pesquisadores do Fundecitrus e professores do mestrado profissional Silvio Aparecido Lopes e Renato Beozzo Bassanezi, editaram e revisaram o conteúdo de capacitação virtual na identificação, epidemiologia e manejo de HLB, por solicitação da Oficina Regional da FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura) para América Latina e Caribe. Em julho do mesmo ano, Renato Bassanezi participou do “Taller Avances y Desafíos de la Gestión Regional del HLB” no escritório regional da FAO, em Santiago, no Chile. Nesse evento, o Fundecitrus recebeu um certificado por sua contribuição na implementação da estratégia de manejo regional de greening (HLB) na América Latina e no Caribe.

A realização de seminários ministrados por pesquisadores estrangeiros para os alunos do MasterCitrus também contribuiu com a internacionalização do curso. Em 2015, houve a presença dos pesquisadores Leandro Peña, da Espanha, Joseph Marie Bové, da França, e James Graham, dos Estados Unidos.

O Fundecitrus está com inscrições abertas para a turma de 2017 do MasterCitrus até 30 de setembro. Mais informações aqui.

 

 

Tags: