Comunicação

Fundecitrus divulga levantamento da incidência do greening no parque citrícola de São Paulo e Minas Gerais em 29 de junho

O Fundecitrus – Fundo de Defesa da Citricultura irá divulgar o levantamento da incidência do greening (huanglongbing/HLB), pior doença da citricultura mundial, na região do parque citrícola de São Paulo e Minas Gerais na quinta-feira (29), às 9h30, na sede da instituição, em Araraquara (SP).

Para realizar o trabalho os funcionários da instituição visitaram mais de dois mil talhões sorteados de acordo com a região, tamanho de propriedade e idade dos pomares, de forma que representem todo o parque citrícola. O objetivo é apurar a incidência e a severidade dessa doença na principal região produtora de citros do Brasil.

O greening é a doença mais destrutiva que ataca os pomares de citros do Brasil e a maior ameaça à citricultura mundial. Não existem variedades comerciais resistentes à doença e nem cura para as plantas contaminadas. Os frutos de ramos afetados não se desenvolvem, ficam pequenos, deformados e assimétricos. O suco de frutos doentes tem sabor mais ácido, menos açúcares e fica amargo.

O levantamento feito pelo Fundecitrus em 2016 apontou que o greening estava presente em 16,92% das laranjeiras (o estudo não abrange limões, tangerinas e pomares abandonados) do parque citrícola.

Para participar do evento de divulgação do levantamento é necessário fazer a inscrição pelo site: http://www.fundecitrus.com.br/cursos/inscricao

Serviço:

Divulgação do levantamento da incidência do greening

Data: 29/06/2017 (quinta-feira)

Horário: 9h30

Local: Sede do Fundecitrus – Av. Dr. Adhemar Pereira de Barros, 201, Vila Melhado (Araraquara/SP), CEP: 14807-040

Inscrições: http://www.fundecitrus.com.br/cursos/inscricao